Novo Hospital: deputados e senadores garantem apoio com recursos federais para obra

Quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Visualizada 401 vezes

Eduardo Japonês e autoridades do Cone Sul se reuniram com parlamentares para garantir recurso


Ouvir matéria

Mais recursos para a Saúde de Vilhena. Na manhã desta quarta-feira a bancada federal de Rondônia garantiu a destinação de apoio com recursos federais para a construção do novo prédio do Hospital Regional de Vilhena (HRV). Com quase R$ 20 milhões já garantidos, o prefeito Eduardo Japonês está em Brasília na companhia de prefeitos e vereadores do Cone Sul na busca de mais recursos que garantirão a continuidade da obra até sua conclusão, beneficiando Vilhena e todas as cidades da região.

“Foi muito boa reunião, 100% dos parlamentares apoiando a nossa causa, que vai transformar a Saúde de todo o Cone Sul, visto que com esse novo prédio o Hospital Regional poderá atender com mais qualidade e conforto todos os milhares de pacientes que atende hoje mensalmente, de Vilhena e da região. Graças ao apoio das autoridades da região que vieram comigo hoje, conquistamos mais apoio para essa obra. Esta é a solução definitiva para o hospital de Vilhena”, garante Eduardo Japonês.

Estiveram na reunião também os prefeitos de Corumbiara, Leandro da Saúde, de Pimenteiras, Valéria Garcia, e de Cabixi, Izael Dias. Além disso, os vereadores de Corumbiara, Bagunça Show, Nei Moura, Narcelio Taxista e Caverinha, e a vereadora de Pimenteiras, Professora Irene, também fizeram coro às solicitações na capital federal.

Os senadores Acir Gurgacz, Marcos Rogério e Maria Eliza (suplente de Confúcio Moura que está licenciado até janeiro de 2022), além dos deputados federais Silvia Cristina, Mariana Carvalho, Léo Moraes, Expedito Netto, Coronel Chrisóstomo, Lúcio Mosquini, Jaqueline Cassol e Mauro Nazif, garantiram que darão continuidade na destinação de emendas para a construção do prédio, que deverá envolver investimentos de várias dezenas de milhões de reais.

O projeto está pronto e atualmente se encontra no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv), para que nesta semana seja submetido à análise da Caixa Econômica Federal. Após aprovado, o projeto poderá ser licitado. A expectativa é que a Caixa dê parecer final até novembro.

 

Semcom

 Galeria de Fotos

 Veja Também

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: 7h - 13h