ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Reunião com Ifro e Prefeitura traçam métodos para fabricação de faceshields na cidade

Quarta-feira, 29 de julho de 2020

Visualizada 447 vezes

Instituto já conta com uma máquina de impressão 3D e município estuda destinar recursos para produção continuar


No começo desta semana, a direção do Ifro (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia) de Vilhena esteve no Gabinete do Prefeito para debater possíveis parcerias de combate ao novo coronavírus com o Município, como a fabricação de faceshields (protetores faciais), álcool 70%, estágios, sistemas informatizados, entre outros.

Estiveram presentes na reunião também a chefe de gabinete, Margarida Duarte, o secretário municipal de Planejamento, Eduardo Fernando, o secretário municipal de Administração, Welliton de Oliveira, o diretor do Ifro, Aremilson de Oliveira e os professores pesquisadores do instituto, Roberto Simplício, Valéria Arenhardt e Juliano Naves.

Durante a reunião, a fabricação de faceshields de baixo custo em Vilhena foi esmiuçada. O Ifro já produziu cerca de 3 mil faceshields com uma impressora 3D adquirida através de parcerias. Após investimento inicial, que teve o apoio da cooperativa de crédito Sicoob Credisul, parte destas máscaras foram doadas ao município. Cada protetor tem custo de apenas R$ 5,50.

Após analisar a qualidade das máscaras e o baixo custo da produção, o prefeito Eduardo Japonês se prontificou a destinar recursos para apoiar fabricação de mais protetores e ainda pensa na aquisição da impressora 3D. “A Prefeitura e o Ifro têm uma parceria de longa data, eles sempre nos ajudam. A proposta apresentada foi de fazer estes protetores sem gastar muito. Agora temos que estudar os recursos para a compra do material, pois isso representará muita economia para o poder público, já que o custo é bem menor se tivermos de comprar de fora. Vamos nos organizar para isso acontecer o mais breve possível”, garante Japonês.

MODERNIZAÇÃO – Ainda foram discutidos métodos tecnológicos para otimizar os atendimentos da Prefeitura. De um total de 34 projetos apresentados pelos pesquisadores do Ifro, pelo menos 16 podem ser aplicados na Prefeitura, inclusive alguns que automatizam processos internos e melhoram a rede do setor da Tecnologia de Informação.

ÁLCOOL 70% – Recentemente o Ifro produziu e entregou para a Prefeitura de Vilhena quase mil litros de álcool glicerinado 70%, utilizando matéria-prima a preço de custo. Visto que o material continuará sendo necessidade da Saúde por muitos meses, a Prefeitura procura maneira de também contribuir financeiramente com o projeto para que consiga o produto por preço reduzido. Isso porque o instituto conseguiu finalizar a produção com custo de apenas R$ 4,76 por litro, enquanto, em Vilhena, um litro de álcool 70% chega a ser vendido por R$ 40.

PAINEL COVID-19 - Implementado e atualizado diariamente, uma parceria entre Ifro e Prefeitura permitiu a criação do Painel Covid-19 Vilhena, disponível em banner destacado na página inicial do site da Prefeitura ou pelo link: www.bit.ly/painelcovidvilhena.

ESTÁGIOS – Durante este período de pandemia, os estágios foram suspensos, por prevenção à disseminação do novo coronavírus. Porém, Eduardo Fernando relata que a retomada está em planejamento. “O aprendizado que os alunos obtêm no estágio é de grande importância e sua colaboração com os serviços no Município também é relevante. Recebemos aqui alunos de engenharia e arquitetura e urbanismo. No momento suspendemos, mas assim que tudo se normalizar, vamos restabelecer as parcerias”, destaca o secretário municipal de Planejamento. 

 

Semcom

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: 7h - 13h