ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Começou: limpeza na área do novo cemitério de Vilhena envolve patrolamento de 86 mil metros quadrados

Sábado, 07 de março de 2020

Visualizada 687 vezes

Secretaria Municipal de Obras deslocou comitiva de máquinas para o local neste sábado


Neste sábado a Secretaria Municipal de Obras (Semosp) iniciou a limpeza e patrolamento da área onde será construído o novo cemitério municipal de Vilhena. Próximo ao frigorífico da cidade, a cerca de 5 quilômetros do Centro, o local recebeu uma comitiva de máquinas da Prefeitura de Vilhena, lideradas pelo secretário municipal de Obras, Marcelo “Boca”, e pelo deputado estadual Luizinho Goebel.

“Vamos nivelar todo o terreno, retirar a vegetação que avançou na área e iniciar também os trabalhos para controle do escoamento das águas, a fim de manter o terreno próprio para uso”, explica Marcelo.

Luizinho também revelou a felicidade em participar da solução de um problema tão antigo na cidade. “Há cerca de 10 anos as pessoas se preocupam com o espaço remanescente do Cristo Rei, mas não houve iniciativa em resolver a situação. Parabenizo o prefeito Eduardo Japonês pela coragem e determinação em enfrentar os grandes desafios de Vilhena com competência”, garantiu.

A área tem 86 mil metros quadrados e já conta com um prédio público que poderá ser revitalizado, após análise e destravamento documental do espaço, abandonado há vários anos, desde que um frigorífico de frangos era planejado para funcionar no terreno.

O cemitério Cristo Rei passa também por ampliação para servir à comunidade por ainda alguns anos. Serão construídos 20 blocos de gavetários com 52 vagas cada um, totalizando 1.040 novos possíveis túmulos, inspirados em projetos semelhantes em grandes cemitérios do país. O primeiro bloco destes, inclusive, está finalizado e já recebeu várias urnas desde fevereiro.

O PROJETO - O novo cemitério será dividido em seis alas: duas para gavetários, uma para ossuário, uma para cemitério vertical e duas para cemitério parque, que terão, respectivamente, enterros de gavetas subterrâneas triplas ou sêxtuplas. Avaliado em quase R$ 1 milhão, a obra terá ainda capela, almoxarifado, salas administrativas, muro, calçadas, gramado, jardins, banheiros, oratório, depósito e será circundado por um cinturão verde 6,8 mil metros quadrados.

Na ala reservada para a possível construção de um cemitério vertical, poderá ser edificado um prédio de pelo menos 10 andares para necessidades futuras, destinado a milhares de sepulturas. Este espaço poderá ser construído futuramente pela própria Prefeitura ou por outros meios legais.

 

Semcom

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: 7h - 13h